Brazil Urgente

Portal de Notícias em geral

Anvisa avaliará uso emergencial de coquetel anticovid da Roche

A farmacêutica Roche solicitou, na noite de quinta-feira (1º), à Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) a autorização de uso emergencial para o coquetel desenvolvido pela empresa Regeneron, composto pelos medicamentos biológicos casirivimabe e imdevimabe para o tratamento de casos leves ou moderados de covid-19.

As drogas ganharam destaque após serem utilizadas no tratamento do ex-presidente dos Estados Unidos Donald Trump, em outubro do ano passado.

Nos EUA, os coquetel de anticorpos já tem autorização de uso emergencial da FDA, agência reguladora equivalente à Anvisa.

De acordo com o órgão brasileiro, o prazo para análise é de 30 dias, sendo que as primeiras 72 horas serão necessárias para triagem do processo e verificação dos documentos necessários. O laboratório apresentou um dossiê de 3.626 páginas, que incluem estudos já realizados com as duas substâncias.

A FDA aprovou o uso do coquetel da Regeneron para adultos e pacientes pediátricos acima de 12 anos, com pelo menos 40 kg, que tenham testado positivo para covid-19 e tenham risco de evoluir para quadros graves da doença.

Segundo a agência, os medicamentos casirivimabe e imdevimabe só podem ser usados em pacientes hospitalizados com covid-19 e que eventualmente necessitem de suporte de oxigênio, mas há limitações.

“Anticorpos monoclonais, como casirivimabe e imdevimabe, podem estar associados a piores desfechos clínicos quando administrados a pacientes hospitalizados que requerem oxigênio de alto fluxo ou ventilação mecânica.”