26 de outubro de 2021, 13:01h

CBF confirma afastamento de Rogério Caboclo da presidência até 2023

A Assembleia Geral Extraordinária da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) confirmou na tarde de hoje (29) a decisão do Comitê de Ética que afastou, por 21 meses, Rogério Caboclo da presidência da entidade. Todos os representantes das 27 federações estaduais presentes ao encontro votaram favoravelmente ao afastamento que vai até 2023. Caboclo foi punido após investigação e julgamento por meio do Comitê de Ética em processo no qual foi acusado de assédio sexual e moral por uma colaboradora da CBF. Dessa forma, o presidente em exercício da CBF, Ednaldo Rodrigues, se mantém no cargo no período de afastamento de Rogério Caboclo.