26 de outubro de 2021, 12:07h

China ameaça Taiwan

O secretário-geral do Partido Comunista da China (PCC), Xi Jinping, disse hoje (9), que o país concluirá a reunificação com Taiwan, ilha considerada como uma província rebelde pela ditadura socialista. “A reunificação deve ser alcançada, e sem dúvida será alcançada”, asseverou Xi em discurso proferido durante a cerimônia de comemoração dos 110 anos da Revolução Xinhai, que estabeleceu a primeira república chinesa. “A reunificação de forma pacífica é a mais alinhada com o interesse geral da nação chinesa, incluindo os compatriotas de Taiwan.” As declarações do líder chinês ocorrem poucos dias depois de o Exército do país intensificar as incursões no espaço aéreo internacional na costa sudoeste de Taiwan, com número recorde de voos militares.