24 de outubro de 2021, 18:06h

China sabota viagem a passeio de cristãos por temer celebração de batismo nas águas

Uma igreja doméstica na cidade de Shenzhen, na China, tentou celebrar seu aniversário de cinco anos com uma viagem dos membros, mas o passeio foi impedido pela Polícia, que temia que os fiéis realizassem um batismo nas águas para novos convertidos.

Os fiéis que se inscreveram na viagem a passeio não esperavam que alguns membros fossem ameaçados pela Polícia de antemão e acabassem impedidos de ir. No dia que o grupo restante chegou ao destino turístico, a reserva de acomodação foi cancelada à força no último minuto devido à pressão policial.

A Igreja Trinity Gospel Harvest na província de Guangdong tem estado no radar das autoridades locais, pois os líderes desta igreja doméstica assinaram “Uma Declaração para o Bem da Fé Cristã” escrita pelo conhecido pastor Wang Yi, que defende a liberdade religiosa.

Além disso, a igreja atraiu muitos ativistas, o que deixou o governo nervoso. Cheng Yuan, um defensor dos direitos humanos, que foi preso por suas atividades em ONGs em 2019, também era membro desta igreja.

De acordo com a entidade de defesa da liberdade religiosa China Aid, em comemoração ao 5º aniversário da igreja em 5 de setembro, a igreja planejou uma viagem à praia de Huizhou e reservou um hotel para aquele fim de semana.

Ainda antes de a viagem acontecer, o pessoal da segurança do estado alertou alguns membros para não participarem, reduzindo assim o tamanho do grupo.

Fonte: Gospel Mais