17 de janeiro de 2022, 15:47h

Estudo: proteção gerada após resfriado comum pode evitar covid

Altos níveis de células T, um dos mecanismos do sistema imunológico, produzidas após um resfriado comum podem fornecer proteção contra a Covid-19, concluiu um estudo do Imperial College de Londres publicado hoje (10). A descoberta pode gerar novas abordagens para vacinas de segunda geração. A imunidade contra a Covid-19 é um quadro complexo e, embora haja evidências de diminuição dos níveis de anticorpos seis meses após a vacinação, acredita-se que as células T também desempenhem um papel vital no fornecimento de proteção. O estudo, que começou em setembro de 2020, analisou os níveis de células T reativas geradas por resfriados comuns anteriores em 52 domicílios em que havia casos Covid-19 positivos logo após a exposição, para ver se eles desenvolveram infecção.