17 de janeiro de 2022, 15:50h

Executivo de grande grupo empresarial em Goiás é preso em flagrante por pedofilia

O executivo acusado de pedofilia trabalhava em famoso Edifício Comercial em Goiânia

A Polícia Civil de Goiás, por meio da equipe da Delegacia Estadual de Repressão a Crimes Cibernéticos (DERCC), nesta terça-feira (11), em operação de combate a crimes contra a dignidade sexual de crianças e adolescentes, prendeu em flagrante, pela armazenagem de pornografia infantil, um executivo sócio de um grande grupo econômico do Estado de Goiás, que não teve a sua identidade revelada. Este grupo é famoso em todo o Brasil no ramo de Incorporação de Multipropriedade.

A PC cumpriu mandados de busca e apreensão em uma casa de um condomínio fechado e na empresa com sede em um edifício comercial famoso, onde trabalha o representado, de 37 anos. As investigações apontam que o empresário mantinha conversas via WhatsApp acerca do agenciamento de crianças e adolescentes para a prática de sexo, além de pagar pelo fornecimento de links com pacotes de fotos e vídeos de teor pornográfico infantil.

Foi constatado que o executivo instigava um segundo investigado a práticas sexuais com adolescentes e crianças, incluindo o irmão de dez anos de idade, que foi estuprado.

O executivo foi preso e conduzido para a Delegacia Estadual de Repressão a Crimes Cibernéticos (DERCC). No momento da prisão, a filha do suspeito de apenas 2 anos estava na residência. A polícia investiga se a criança sofreu algum tipo de abuso.