20 de janeiro de 2022, 10:51h

Grupo cristão Kemuel faz festa à fantasia e é atacado na web

Os cantores gospel Beresix e Heric Tolentino, que integram um dos grupos cristãos mais conhecidos do Brasil, o Grupo Kemuel, teriam participado de uma festa a fantasia. A informação foi publicada pelo portal o Fuxico Gospel nesta quinta-feira (02). Segundo o site, a festa era gay e de Halloween, além de ser regada a bebida alcoólica.

Heric Tolentino, de 28 anos, e Beresix, de 36, teriam participado da suposta festa de Halloween, que aconteceu em 31 de outubro, quando é celebrado o Dia das Bruxas. Mas, somente agora que muitos ficaram sabendo, após fotos da festa serem compartilhadas na internet.

Nas imagens é possível ver que os cantores usaram fantasias, outros até usam fantasias sensuais. Também é possível perceber que a festa teve bastante bebida alcoólica, mas não se sabe se os dois integrantes do Kemuel fizeram o consumo.

Após o surgimento das primeiras fotos nas redes sociais, internautas repercutiram o assunto, desaprovando a atitude de Heric e Beresix. “Nunca enganaram ninguém”, disse um internauta. “Para mim, são apenas profissionais que cantam no meio gospel”, comentou outro.

Depois da repercussão do caso nas mídias sociais, Julia Pavin, que estava no evento e foi a responsável por publicar o vídeo que deu início à polêmica, se manifestou nas redes sociais. Segundo ela, não era uma festa gay, tampouco uma festa de Halloween, como foi divulgado inicialmente.

“Era uma festa de aniversário e era bem diversa, viu? Não era estritamente gay, mas tinham sim todos os tipos de pessoas, porque realmente não importamos com a sexualidade de cada um. Cada um pode ser o que quiser”, disse ela.

O grupo, que é composto por David Marx, Heric Tolentino, Beresix, Eliane Marx e Priscila Olly, ainda não se manifestou sobre o caso. O cantor Beresix, inclusive, privou os comentários da sua conta no Instagram, após a polêmica.

Já Heric disse por meio de uma rede social que “Era um aniversário que a aniversariante escolheu ser a fantasia. Fui de Itachi, porque amo Naruto. Não conhecia a grande parte de quem estava lá. Independente de crenças, religião ou qualquer que seja nossas diferenças, trato todos com amor e respeito. Fim”, disse ele.

Fonte: Portal do Trono