29 de novembro de 2021, 15:20h

Jogadora de vôlei é decapitada pelo Talibã por não usar hijab

O grupo terrorista Talibã, que assumiu o poder do Afeganistão em agosto e segue perseguindo mulheres, decapitou a jogadora de vôlei Mahjabin Hakimi. Segundo o técnico da atleta relatou ao jornal ‘The Persian Independent’, Hakimi foi morta pelos jihadistas no início de outubro, mas o caso foi divulgado recentemente por ‘questões de segurança’. Mahjabin Hakimi era uma das principais jogadora da equipe municipal de Cabul, capital do Afeganistão. Há poucos dias, fotos circuladas nas redes sociais mostravam, de acordo com o portal britânico ‘Daily Mail’, o que parece ser o corpo da mulher.