17 de janeiro de 2022, 16:56h

Ômicron: Fechamento do comércio em Goiânia está descartado, diz Fecomércio

O presidente da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Goiás (Fecomércio-GO), Marcelo Baiocchi, afirmou ontem (12), após reunião de trabalho com auxiliares do prefeito de Goiânia, Rogério Cruz (Republicanos), que a paralisação do comércio da capital não está entre as medidas prevista pela administração municipal entre as medidas em estudo para conter a propagação da variante ômicron do coronavírus. Baiocchi disse que a prefeitura vai recomendar que eventos que promovam grandes aglomerações sejam evitados.

“Ainda haverá uma reunião com o prefeito para deliberar e decidir se haverá alguma restrição e que, caso seja adotada alguma restrição, será exclusivamente para estabelecer regras mais rígidas para os eventos de maior aglomeração. As medidas não atingirão as escolas, bares, restaurantes, o comércio em geral, seja na Rua 44, seja nos shoppings centers”, disse o presidente da Fecomércio-GO.