29 de novembro de 2021, 14:45h

Preso homem que decapitou cachorros para ameaçar a madrasta

A Polícia Civil do Estado de Goiás e do Estado do Paraná cumpriram, na manhã de hoje (17), mandados de busca e apreensão nas residências do suspeito da decapitação de cinco cachorros, fato ocorrido no mês de março, no município de Formosa.

A ordens judiciais foram cumpridas na zona rural da cidade de Formosa (em uma fazenda) e em Curitiba, capital do Paraná. Nos respectivos locais, foram encontradas sete armas de fogo e centenas de munições. Dentre as armas encontradas, havia uma de uso restrito, o que ensejou a prisão em flagrante do investigado pelo crime previsto no art. 16 do Estatuto do Desarmamento. O celular do investigado também foi apreendido. O casal de caseiros de Formosa foi conduzido à delegacia para prestar declarações a respeito das armas localizadas e apreendidas e, em seguida, liberado.

A apuração desses novos fatos pela Polícia Civil será encaminhada ao Poder Judiciário. E sua tramitação ocorrerá em conjunto com o crime de maus-tratos a cachorros com resultado morte e furto para possível responsabilização penal do suspeito. As diligências foram cumpridas na presença de representantes da OAB em virtude do investigado ser advogado, como determina a lei, a fim de garantir a lisura do procedimento.

A Polícia Civil esclarece que crimes cruéis como estes merecem uma pronta resposta estatal, razão pela qual empreendeu de imediato todas as diligências cabíveis para elucidar o feito na maior brevidade possível. As informações são da Polícia Civil.