26 de julho de 2021, 16:43h

Rapaz tem morte estranha em Anápolis. Polícia investiga se a morte foi causada por ritual para “espantar espíritos”

Aos policiais foi dito que o rapaz tinha conflitos religiosos e realizava o ritual para “espantar espíritos”

Policiais militares tiveram de se deslocar até o Maracanazinho, bairro da região Central de Anápolis, nesta segunda (1º) para registrar a morte de um homem identificado como Berges Silvere.

No endereço, as equipes conversaram com um colega de quarto da vítima que contou que o rapaz enfrentava conflitos religiosos e, por isso, gostava de acender carvão e inalar a fumaça para “espantar espíritos”.

No final da noite de domingo (31), ele teria chegado de um passeio no Parque Ipiranga e percebido que a casa estava cheia de fumaça e Berges desacordado. Não estranhou, porém, por se tratar de uma cena comum.

Quando o dia amanheceu, observou que o homem estava no mesmo lugar e já não apresentava mais nenhum sinal vital.
O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) chegou a ser acionado, mas pôde apenas constatar o óbito por intoxicação por monóxido de carbono.

A Polícia Científica esteve no local para realização de perícia e o Instituto Médico Legal (IML) fez o recolhimento do corpo.
O caso foi registrado como morte acidental e deverá ser investigado pela Polícia Civil.

 

Fonte: Portal 6