20 de janeiro de 2022, 10:43h

Ronaldo Fenômeno compra o Cruzeiro Esporte Clube por R$ 400 milhões

O Cruzeiro Esporte Clube agora tem um dono! O ex-jogador Ronaldo Luís Nazário de Lima, o “Fenômeno”, anunciou a compra do Cruzeiro. A declaração foi dada em uma transmissão nas redes sociais neste sábado, 18, e informada ao mercado.

A divulgação do negócio acontece no dia seguinte à aprovação, por parte da assembleia do Cruzeiro, de autorizar a venda de até 90% das ações Sociedade Anônima do Futebol (SAF) do clube a investidores.

Segundo nota divulgada ao mercado, a negociação acontece por meio da Tara Sports, empresa da qual Ronaldo é dono, e que investirá 400 milhões de reais.

A SAF do Cruzeiro havia sido constituída há duas semanas, mas havia debates dentro do clube sobre qual percentual poderia estar aberto à venda, até que se chegou ao valor de 90%.

No começo da tarde deste sábado, após o anúncio da negociação com Ronaldo, o presidente do Cruzeiro, Sérgio Santos Rodrigues, publicou uma imagem ao lado do ex-atacante. “Bem-vindo”, escreveu.

Neste ano, em entrevista ao Flow Podcast, Ronaldo já havia comentado a possibilidade de comprar um time brasileiro. “Muita gente foi no meu chat pedir pra eu comprar Cruzeiro, Vasco, Botafogo, eu não sei o quanto de dinheiro que a galera acha que eu tenho”, brincou, sem falar especificamente se havia algum interesse no Cruzeiro.

“O futebol é rentável. Uma base de dados como o Cruzeiro tem, isso é uma maquina de fazer dinheiro. Tem que fazer minimamente bem, não precisa ser um gênio pra dar certo. Isso entra na ideia da gestão sustentável. Não precisa ser gênio”, disse.

A aprovação, por parte da assembleia, de vender 90% das ações da SAF foi o que abriu caminho para a negociação. A venda das ações do Cruzeiro é a primeira operação feita sob a lei nº 5516/2019, aprovada no Congresso neste ano e que possibilita a transformação dos times em Sociedades Anônima. O Cruzeiro é assessorado por Alvarez & Marsal e XP.

Em nota, a XP afirmou que o objetivo da transação é buscar “o reequilíbrio financeiro e operacional do departamento de futebol do clube, com um plano de crescimento sustentável de médio e longo prazo”. A transação ainda será finalizada.

 

Fonte: Revista Exame