17 de setembro de 2021, 02:57h

CBF lamenta suspensão de Brasil e Argentina e critica Anvisa

A CBF reagiu à suspensão da partida entre Brasil e Argentina declarando-se surpresa com a ação dos agentes da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) ter ocorrido já com o jogo em andamento. Em nota oficial divulgada em seu site e nas redes sociais, a entidade que comanda o futebol brasileiro manifestou decepção com os fatos registrados na Arena Corinthians, na tarde deste domingo (5), e disse que aguarda a decisão da Conmebol e da Fifa sobre o episódio.

“A CBF defende a implementação dos mais rigorosos protocolos sanitários e os cumpre na sua integralidade. Porém ressalta que ficou absolutamente surpresa com o momento em que a ação da Agência Nacional da Vigilância Sanitária ocorreu, com a partida já tendo sido iniciada, visto que a Anvisa poderia ter exercido sua atividade de forma muito mais adequada nos vários momentos e dias anteriores ao jogo”, diz o texto.

Segundo a entidade, o presidente interino, Ednaldo Rodrigues, nem qualquer outro dirigente, em nenhum momento, teriam  interferido na condução das regras sanitárias definidas pelas autoridades para a entrada dos jogadores argentinos no país. Todavia, admite que a federação agiu para garantir a realização do jogo. “O papel da CBF foi sempre na tentativa de promover o entendimento entre as entidades envolvidas para que os protocolos sanitários pudessem ser cumpridos a contento e o jogo fosse realizado”, diz a nota.