29 de novembro de 2021, 14:03h

Covid-19: Protesto contra medidas de restrição deixa feridos na Holanda

AFP – Várias pessoas ficaram feridas por disparos policiais ontem (19) em Roterdã, na Holanda, após manifestantes contrários às novas medidas anticovid-19 do governo queimarem um veículo da polícia e lançarem pedras contra as forças de segurança.

Dezenas de pessoas foram presas e sete ficaram feridas, incluindo policiais, durante o protesto em uma rua comercial do porto de Roterdã, de acordo com as autoridades.

Os protestos foram uma resposta às restrições contra o coronavírus e aos planos do governo de restringir o acesso de pessoas não vacinadas a alguns lugares públicos.

O primeiro-ministro holandês, Mark Rutte, anunciou há uma semana a reintrodução de um lockdown parcial junto com uma série de restrições sanitárias, especialmente no setor de restaurantes, para impedir a propagação de covid-19. Os bares e restaurantes devem fechar às 20h, pelo menos até 4 de dezembro.

O prefeito de Roterdã, Ahmed Aboutaleb, classificou os protestos de “orgia de violência”. “A polícia considerou necessário sacar as armas para se defender”, afirmou aos jornalistas.