29 de novembro de 2021, 14:15h

Enterrado em Goiás o corpo do pastor que prometeu ressuscitar, mas permaneceu morto após três dias

Pastor de Goiatuba avisou que ressuscitaria após três dias de sua morte. O milagre não aconteceu

Foi enterrado na noite dessa segunda-feira, 26, em Goiatuba, que fica a 186 Km ao sul de Goiânia-Goiás, o corpo do pastor evangélico Huber Carlos Rodrigues. O pastor havia afirmado que ressuscitaria após três dias de sua morte.

A funerária responsável pelo preparo do corpo teve que esperar, por ordem da esposa do religioso, o prazo dado pelo pastor. Às 23h30min do terceiro dia, momento informado pelo pastor para o acontecimento do grande milagre, ele permanecia morto.

Como não houve a ressurreição, a funerária liberou, então, o caixão para sepultamento. Um canal de TV da cidade acompanhava a movimentação no local onde centenas de pessoas esperavam para ver o milagre que não veio.

Antes que o corpo fosse levado à cova, o grupo chegou a gritar exigindo a abertura do caixão. Os responsáveis pela descida do cadáver chegaram a se entreolhar, mas o coveiro negou a exumação. O enterro aconteceu normalmente, apesar dos protestos.

Pastor prometeu a ressurreição no ano de 2008

A promessa de voltar à vida foi feita em 2008. O pastor Huber Carlos escreveu e assinou uma carta, na qual disse ter sido “revelado pelo Espírito Santo” que ele ressuscitaria. O milagre, que não ocorreu, seria às 23h30min do terceiro dia após sua morte.

O religioso foi internado com Covid-19 em agosto deste ano, e faleceu na última sexta-feira, 22. Ele havia chegado a melhorar da doença, sendo transferido da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para um quarto regular, mas apresentou complicações e foi a óbito.

Uma emissora de TV WEB da cidade de Goiatuba no interior de Goiás fez a cobertura completa do enterro do pastor que prometeu ressuscitar, mas permaneceu morto!