25 de julho de 2021, 15:51h

Feira da Terra, às sextas, e Feira de Domingo vão para Carreiródromo

Já na sexta-feira e domingo desta semana o local onde as feiras ocorriam vai ser impactado pelas obras no Terminal Rodoviário de Trindade. Após reforma, se feirantes quiserem, as duas feiras voltam ao local antigo

A Feira da Terra, nas noites de sexta, e a Feira de Domingo, no horário da manhã, que ocorriam dentro e nas imediações do antigo Cepal (feirão coberto), junto do Terminal Rodoviário, vão ser transferidas para o Centro de Eventos e Feiras, também chamado de Carreiródromo de Trindade, ligado ao Parque Municipal Lara Guimarães. A mudança é provisória e acontece já nesta semana, com as feiras programadas para sexta-feira, 16, e domingo, 18.

Entre o espaço do feirão coberto e ruas vizinhas, os feirantes contavam com cerca de 3 mil metros quadrados somente. Agora, no Carreiródromo, terão 7 mil metros quadrados com cobertura.

A Feira da Terra reúne cerca de 180 feirantes, enquanto a Feira de Domingo abriga 470 feirantes e um público grande de trindadenses e visitantes de outras cidades.

O novo espaço é superior mais que o dobro do ocupado atualmente, todo coberto, com estacionamento para visitantes e feirantes, permitindo inclusive os veículos tipo caminhão e kombis que ficam carregados oferecendo os produtos, estacionarem paralelo às bancas dos demais comerciantes.

Também há banheiros e provadores separados, fraldários, banheiros com acessibilidade e em qualidade e número bem superior ao atual local onde, além de precários, são mistos. No Carreiródromo, os banheiros são espelhados e têm dois chuveiros, três mictórios e oito vasos sanitários no lado masculino, com dez pias. No lado feminino, são dez pias, dois chuveiros e oito vasos sanitários. Os provadores ficam fora do ambiente dos sanitários.

O novo local das feiras, situado no Setor Cristina 2, fica distante cerca de 3 quilômetros do Terminal Rodoviário. Para ajudar da adaptação de clientes, foi solicitada uma linha de ônibus alimentadora, ligando a Rodoviária ao Carreiródromo, mas ela ainda não foi liberada para esta semana. “A Metrobus já está fazendo os estudos dos pontos de ônibus e confirma essa linha para as edições das próximas semanas”, informa o Presidente da Agência Municipal de Agricultura e Abastecimento, Esmeraldo da Silva Filho.

No novo espaço, os feirantes serão identificados por crachás, ajudando a estimular os pequenos comerciantes trindadenses. Além disso, as bancas serão organizadas por segmento de produto, de forma a facilitar aos freqüentadores a localização dos itens desejados, uma organização que não era encontrada no feirão coberto.

O motivo da transferência, explica Esmeraldo, é que a reforma da Rodoviária vai exigir a ocupação da área vizinha, inclusive com movimentação de ônibus nas áreas externas, onde parte dos feirantes montava bancas na Avenida Manoel Monteiro e circunvizinhança. “A expectativa é que a reforma seja concluída em três meses”, observou.

Durante a reforma, o local onde as feiras ocorriam vai abrigar guichês de atendimento, embarque e desembarque de transporte interno e de conexões com outras cidades.

Após a conclusão da reforma, os feirantes serão consultados sobre a experiência na ocupação do novo espaço e, caso prefiram, as duas feiras permanecerão no Carreiródromo, ou poderão voltar ao antigo local.