17 de setembro de 2021, 04:20h

Viúva que mobilizou cidade por justiça foi quem matou o marido

‘Fria e calculista’. É dessa forma que a Polícia Civil de Mato Grosso classificou Ana Cláudia Flor, viúva do empresário Toni da Silva Flor, de 37 anos, morto há pouco mais de um ano em Cuiabá. De acordo com o delegado responsável pela investigação, Marcel Gomes de Oliveira, a mulher, que chegou a liderar uma mobilização na cidade pedindo justiça pelo assassinato do marido, é apontada como a mandante do crime, que teria sido planejado por motivação financeira. Toni Flor foi assassinado no dia 11 de agosto de 2020. Ele levou cinco tiros quando chegava numa academia. Imagens das câmeras de segurança mostram ele entrando no estabelecimento depois de ter sido baleado.