Brazil Urgente

Portal de Notícias em geral

Deputado João Campos em reunião com o presidente do STF busca o fim dos abusos que é o fechamento de igrejas no Brasil

Frente Parlamentar Evangélica pressiona o presidente do STF para não mais permitir que estados e municípios cometam abusos contras as igrejas e templos religiosos.

O deputado federal, João Campos (Republicanos-GO) participou de importante reunião com o presidente do STF, Luiz Fux para tratar do assunto decisões inconstitucionais que alguns estados e municípios estão tomando ao determinarem o fechamento de igrejas e templos religiosos no Brasil, atingindo em cheio o direito fundamental, que é direito ao culto, claramente estabelecido na Constituição Federal.

Ao lado de João Campos estavam o deputado Marcos Feliciano, o presidente nacional do republicanos, Marcos Pereira e outros importantes membros da Frente Parlamentar evangélica. O entendimento é que o STF não pode permitir tais abusos, até porque as igrejas de forma geral seguem todos os protocolos de saúde exigidos pelas autoridades sanitárias.

Veja a postagem do deputado João Campos em suas redes sociais sobre a reunião no STF!

Nesta terça-feira (6), estive juntamente com os membros da Frente Parlamentar Evangélica, no gabinete do Presidente do Supremo Tribunal Federal, Ministro Luiz Fux. A pauta, são as decisões inconstitucionais de Estados e municípios ao determinarem o fechamento de igrejas e templos religiosos em nosso país.

Vocês sabem do meu posicionamento. Sou contra. E considero que tais decisões são inconstitucionais, uma vez, que o direito à crença é previsto como direito fundamental em nossa Constituição e que o poder público não pode proibir o funcionamento das Igrejas.

Todos nós, evangélicos ou não, estamos unidos em prol do combate a COVID-19, evitando aglomerações e seguindo todos os protocolos de saúde, no entanto, precisamos estar em alerta também, contra os abusos que o poder público (neste caso, o judiciário) nos impõe.