26 de julho de 2021, 15:46h

Em 2018, Lázaro fugiu pelo teto de cela em Águas Lindas de Goiás

O maníaco que matou uma família em Ceilândia (DF) fugiu pelo teto da cela da cadeia de Águas Lindas de Goiás, em 2018, e foi o único a não ser recapturado de um grupo de cinco presos que tentaram fugir pelo mesmo local. Após conter a fuga que seria em massa, em 23 de julho daquele ano, a polícia sentiu a falta do suspeito após a contagem dos recapturados. “Aproximadamente às 2h da manhã, os presos da cela ADM02 tentaram fuga pelo teto da cela. O agente que se encontrava na guarita percebeu a fuga e efetuou disparos contendo a fuga em massa. Após conferencia nominal, verificaram que apenas um preso havia foragido, se tratando da pessoa de Lázaro Barbosa Souza”, diz trecho do boletim de ocorrência registrado à época.