Brazil Urgente

Portal de Notícias em geral

A força que vem do campo

O agronegócio brasileiro continua com seu lastro de sucesso. Em uma economia atingida pela pandemia , o campo demonstra sua potencialidade. O setor de máquinas agrícolas está com sua agenda de pedidos totalmente congestionada. Previsão de entrega só daqui dois ou três meses. Superou o pandêmico momento.

É nessa concentração de força que surgem no setor rural, nomes que estão valendo muito a pena apostar. Jogar fichas nos discursos coesos, emblemáticos e de resultados. A ministra Tereza Cristina é uma campeã na esfera global do agronegócio nacional, com desempenho acima da média com reconhecimento internacional.

Na concorrida Comissão de Agricultura e Pecuária da Câmara dos Deputados surgiu outra belíssima surpresa ao setor produtivo nacional. Aline Sleutjes é uma parlamentar do estado do Paraná que chegou ao parlamento com a missão de não ser apenas mais uma. Com isso, assumiu uma missão das mais importantes onde o campo terá a força de mais uma mulher.

Na pauta da Comissão, grandes temas em discussão. Temas para o Brasil e com foco de amplitude mundial. Votações significativas sob o comando de uma mulher. Os olhares positivos nisso tudo, desconfortam os negativos. É preciso pensar na imensidão de coisas boas para o agro que Tereza e Aline produzem.

Não são números fictícios. Realidade acima do esperado. Nas últimas semanas o Ministério da Agricultura contabilizou o que o campo entregou ao Brasil e ao mundo. Uma explosão de recordes. Aline Sleutjes usa os recordes para aprimorar seus direcionamentos na Comissão que preside onde os homens são maioria. Nada além de mera formalidade conjuntural. A história fará com que essas duas mulheres afloradas em liderança e força, possam ser o ponto de equilíbrio que tanto pede a política nacional, suficientemente preparadas pelo que vier pela frente. Com a palavra, o campo, o agronegócio e a força de quem conhece suas origens.

Joao Carlos Silva, articulista e consultor.